renancevales@gmail.com       +55 11 993 977 683

  • Preto Ícone Vimeo
  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
1/3

COMO UM JABUTI MATOU UMA ONÇA E

FEZ UMA GAITA DE UM DE SEUS OSSOS

2015-2016

A performance apresenta, em loop, a imagem de um corpo masculino subjulgado por um objeto: um sapato de salto alto laranja cujo salto é uma estaca de 30 centímetros. Impossibilitado de ficar em pé e ocupar uma posição ereta, masculina e dominadora, esse corpo transita lentamente pelo plano horizontal através de uma coreografia que condensa imagens culturamente entendidas como sedutoras. Há uma performer infiltrada que entrega libretos de acompanhamento enquanto sussurra uma frase secreta no ouvido do público.

premiação do ProAc primeiras obras de dança 2014

projeto premiado com primeiro lugar no setor de performances da sp-arte 2016

estreia na Oficina Cultural Oswald de Andrade 2015

Sesc Ribeirão Preto 2016

Salão de Arte de Piracicaba 2016

Exposição Corpo de Prova | Galeria Carbono 2016

Exposição MOVIMENTA #2 | Galeria Mezanino 2016

Salão dos Artistas sem galeria | Galeria Zipper e Sancovsky 2016

Exposição Trabalhadores do cu | Espaço Cultural Maus Hábitos (PORTUGAL) 2016

Mostra PERFORME-SE 2016

Virada Cultural no Sesc Pompeia 2017

Concepção e performance: Renan Marcondes

Performer infiltrada: Clarissa Sacchelli

Onça stylists: Artur Kon, Pedro Cameron e Carolina Callegaro

Produção: Tetembua Dandara e Melanina Produções Culturais